Follow by Email

sábado, 6 de fevereiro de 2016

POLÍCIA - A PMDF, EMITE NOTA DE REPÚDIO APÓS COMENTÁRIO DE REPÓRTER DA REDE GLOBO DO DISTRITO FEDERAL,SOBRE O ACIDENTE QUE VITIMOU UM POLICIAL DO 2º BPM DE TAGUATINGA

Segue o trecho da reportagem em que o âncora do DFTV segunda edição,faz o comentário,o vídeo pode ser visto na íntegra no G1.com/df,  link abaixo da reportagem.

"Novas imagens do globocop mostram a quantidade impressionante de viaturas na BR 070. São quatro helicópteros, a nossa equipe contou 20 viaturas da PM,mais viaturas da polícia civíl,dos bombeiros também são várias viaturas,além do Instituto Médico Legal,porque um PM morreu".

Tal comentário causou a revolta dos policias militares,a PMDF emitiu nota de repúdio,e considerou o comentário como um desrespeito a memória do policial e a instituição.
O acidente ocorreu na tarde desta sexta feira (5), quando os policias faziam uma perseguição a um veículo roubado,em determinado ponto a viatura capotou, vindo a falecer o motorista que foi arremessado para fora do veículo,os outros três integrantes tiveram ferimentos leves. O blog do militão esteve presente no velório e enterro do CB Renato Fernandes da Silva,durante o cortejo,via-se uma enorme fila de viaturas que chegava fácil a 1 km, haviam viaturas da PMDF,PMGO,FORÇA NACIONAL,POLÍCIA CIVÍL,POLÍCIA LEGISLATIVA,DETRAN, entre outros tantos órgãos civis,todos solidários e indignados com o desrespeito ao colega falecido. Durante o cortejo em Taguatinga-DF, a população aplaudia e algumas pessoas choravam,mostrando que uma parcela da sociedade apoia as policias militares desse país,enquanto outra parcela,deixa estas mesmas policias,orfãs do seu apoio. No cemitério  eram centenas de polícias e populares se empurrando para dar um último adeus ao policial, muitos choravam e se mostravam indignados com o repórter da rede globo, lembrando que a emissora não se fez presente durante todo o ato,apenas a Rede Bandeirantes esteve presente e um punhado de repórteres independentes.

Fonte : http://g1.globo.com/distrito-federal


Nenhum comentário:

Postar um comentário